Pesquisar
Pesquisar

"Recuperamos a democracia e a esperança", diz Luis Arce, após contagem extraoficial indicar vitória no primeiro turno

Jornada eleitoral na Bolívia neste domingo (18) foi marcada por votação pacífica e alta participação cidadã. Filas foram verificadas em todo o país
Vanessa Martina-Silva
Diálogos do Sul Global
Jundiaí

Tradução:

Atualizada às 01:42 

“Recuperamos a democracia e a esperança”. Essas foram as primeiras palavras do candidato do Movimento ao Socialismo (MAS), Luís Arce Catacora, após a divulgação da contagem rápida com 95% do padrão eleitoral, realizado pela empresa Unitel.

De acordo com os dados,  o candidato, apoiado pelo ex-presidente Evo Morales, venceu as eleições realizadas neste domingo (18) já no primeiro turno. Os dados não são oficiais, mas uma pesquisa de boca de urna.

De acordo com o levantamento, Luís Arce obteve 52,4%; Carlos Mesa, 31,5% e Fernando Camacho, 14,1%. 

Desde a Casa do MAS em La Paz, ao lado de apoiadores, Arce saudou os bolivianos e destacou a jornada pacífica realizada no país.  

“Vamos governar para todos os bolivianos, vamos construir um governo de unidade nacional”, ressaltou. Antes de destacar seu compromisso com a retomada do desenvolvimento econômico do país.

Veja a íntegra do comunicado, feito ao lado do vice, David Choquehuanca:

Jeanine Añez, que se autoproclamou presidenta do país após o golpe de Estado contra Evo Morales também reconheceu o resultado eleitoral e a tendência demonstrada pela pesquisa de boca de urna:

A demora na divulgação da pesquisa de boca de urna, que historicamente é difundida a partir do fechamento dos centros de votação, gerou indignação em todos os setores do país.

Mais cedo, em conferência de imprensa, o ex-presidente Evo Morales reafirmou a vitória do MAS e pediu que as entidades do país reconheçam o resultado da votação.

Veja também:

De acordo com a lei eleitoral boliviana, para vencer em um primeiro turno, é preciso ter 50% mais 1 dos votos ou ter 40% mais um e abrir dez pontos percentuais em relação ao segundo colocado.

Acompanhe, em tempo real, a cobertura das eleições:

Jornada eleitoral na Bolívia neste domingo (18) foi marcada por votação pacífica e alta participação cidadã. Filas foram verificadas em todo o país

Divulgação
Luís Arce Catacora, do MAS, comemora resultado da pesquisa de boca de urna

Confira entrevista EXCLUSIVA com Luís Arce:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Vanessa Martina-Silva Trabalha há mais de dez anos com produção diária de conteúdo, sendo sete para portais na internet e um em comunicação corporativa, além de frilas para revistas. Vem construindo carreira em veículos independentes, por acreditar na função social do jornalismo e no seu papel transformador, em contraposição à notícia-mercadoria. Fez coberturas internacionais, incluindo: Primárias na Argentina (2011), pós-golpe no Paraguai (2012), Eleições na Venezuela (com Hugo Chávez (2012) e Nicolás Maduro (2013)); implementação da Lei de Meios na Argentina (2012); eleições argentinas no primeiro e segundo turnos (2015).

LEIA tAMBÉM

9ebab578b43e0324578e2b48f072ce12_25527adb161a4920b76116b0b38137e7
Bolívia agora precisa avançar para democratizar a informação, diz porta-voz do MAS
7427bc78-4e81-4fba-b452-ae63fe528a34
Vitória da esquerda na Bolívia e Argentina mostram que direita latina está debilitada
ac31e134218e799240b7dc1472427a19_16138039552eacbc696a25ee9eae5795
Lei de Participação Política garante recorde histórico de mulheres no Senado boliviano
4983f367-9f57-42b1-879f-00b7c9469b65
Cannabrava | Depois da vitória da esquerda na Bolívia, para onde vão as Américas?