Pesquisar
Pesquisar

Renda para a base da pirâmide social é caminho para aprovação popular de Lula 3

Tarefa é fundamental para que o governo leve a cabo suas propostas e implante um modelo de país que seja efetivamente revolucionário
Claúdio di Mauro
Diálogos do Sul Global
Uberlândia (MG)

Tradução:

Quem imaginou que o nazifascismo estivesse derrotado definitivamente… se enganou!

Sua capacidade de se revigorar é contínua. Seus fundamentos são anteriores aos massacres de judeus.

No mundo inteiro há núcleos que tomam iniciativas e fustigam as inteligências mais torpes e repletas de ódios.

Assista na TV Diálogos do Sul

São os mesmos comportamentos e princípios colonialistas, eurocentristas, de homens brancos que levaram o genocídio contra os povos originários das Américaspovos afrodescendentes negros, contra judeus e contra palestinos; enfim, são os mesmos princípios que até antecedem a implantação do capitalismo, mas que estão revigorados no capitalismo.

No caso da atualidade brasileira, o bolsonarismo teve a função de reacender e estimular os mesmos comportamentos humanos dos pretensos conquistadores, repletos de ódio contra toda possibilidade de promover relações de solidariedade e fraternidade. São as forças contra revolucionárias ativadas.

Continua após o banner

Ao mesmo tempo em que tais comportamentos emergem, ainda que antes estivessem aplacados, submersos, também crescem os espíritos de fraternidade e solidariedade universais, as forças revolucionárias populares. O poder de reação das forças humanistas, ao longo da história do planeta, tem crescido em consciência política e na capacidade de enfrentamento contra as forças reacionárias.

Em cada período de pressão autoritária, sob essa tortuosa ferida se desenvolve a chama da liberdade e da solidariedade de classe, assumindo a postura revolucionária.

Tarefa é fundamental para que o governo leve a cabo suas propostas e implante um modelo de país que seja efetivamente revolucionário

Palácio do Planalto/Flickr
Se não houver o devido apoio popular, não haverá sucesso para os ajustes necessários

Forças humanistas e populares

Em outras palavras, a postura revolucionária da humanidade tem crescido ao longo da história e poderá demonstrar que o imperialismo capitalista é fato histórico e terá fim. Não que isso seja ocaso de determinismo da natureza. Mas, é a movimentação dialética com fortalecimento e desenvolvimento das forças humanistas e populares. 

No caso brasileiro, os dois governos Lula tiveram caráter de aprendizado que poderá ser aproveitado nesta fase Lula 3. Isso também não é fruto de determinismo, mas uma demonstração da aprendizagem acumulada.

Em 100 dias de Lula 3, governo mostra que os excluídos são a prioridade, e não o mercado

Está explícito que para termos sucesso e um governo aprovado pelos eleitores que elegeram Lula, torna-se preciso:

– reverter a transferência de ganhos e a partir de agora destiná-los para a base da pirâmide social, evitando o enriquecimento, a cada dia maior para 1 ou 2% daqueles que ocupam o topo da mesma pirâmide. Isso gera indisposição com os banqueiros e endinheirados, os mesmos nazifascistas que promoveram o holocausto e desentranharam os escravagistas de plantão, os costumes eurocentristas dos colonizadores brancos.

Continua após o banner

– para compensar essa insatisfação, afetando a opinião pública aliciada pela grande mídia, será necessário adotar medidas capazes de gerar mobilização social, como exemplo:

– redução no preço dos combustíveis que afetam todos os bens indispensáveis para a vida humana;

– redução nos preços dos alimentos;

– estimular o desenvolvimento da economia solidária capaz de gerar renda para um número significativo entre os atuais desempregados;

Brasil em reconstrução: mulheres, salário e saúde triunfam nos primeiros 100 dias de Lula 3

– abertura de créditos mais baratos para que a classe média faça investimentos capazes de gerar empregos e com isso o aumento da massa salarial;

– melhoria considerável nos serviços de saúde com investimentos no SUS e fornecimento de medicamentos.

Isso como exemplo.

De onde deve sair este financiamento? Da cobrança de impostos das bilionárias fortunas e da revisão com redução do pagamento da dívida pública.

Certamente, medidas desse calibre darão a aprovação popular daquela parcela social que aprova o enfrentamento de Lula aos juros escorchantes do Banco Central.

Continua após o banner

Com esse apoio popular, o governo Lula poderá adotar outras medidas que permitam implantar um modelo que seja efetivamente revolucionário.

Se não houver o devido apoio popular, referido, não haverá sucesso para os ajustes necessários no plano destinado a estabelecer o equilíbrio fiscal que está sendo proposto pelo Ministro da Fazenda Fernando Haddad em conjunto com a Ministra do Planejamento Simone Tebet. O Governo Lula não poderá se deslocar das bases populares que lhe deram a vitória eleitoral. 

Torna-se indispensável um plano de comunicação que dialogue efetivamente com a população no desenvolvimento da cidadania, com compromisso nas transformações sociais, econômicas e ambientais.

Cláudio Di Mauro | Geógrafo, professor e colunista na Diálogos do Sul.


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Claúdio di Mauro

LEIA tAMBÉM

g20-guarani-ms-3
G20 e universidade do MS fecham parceria para produção de conteúdo jornalístico em guarani
MST-40 anos
Brasil possui 2ª maior concentração de terras do mundo, vergonha que MST combate há 40 anos
Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news