Pesquisar
Pesquisar

Sábado Resistente homenageia Hiram de Lima Pereira

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

Sábado Resistente homenageia Hiram de Lima PereiraDirigente do PCB preso pelo DOPS e desaparecido em 1975 será lembrado em sessão com documentário sobre sua vida e obra, seguido de debate com os realizadores Leila Jinkings e Sidnei Pires, a partir das 14h, no Memorial da Resistência de São Paulo.

O Sábado Resistente de 5 de outubro apresentará sessão especial de “Lua Nova do Penar”, seguida de debate, do documentário de Leila Jinkings e Sidnei Pires realizado em homenagem aos 100 anos de nascimento de Hiram de Lima Pereira – dirigente do Partido Comunista Brasileiro (PCB) preso em 1975 por agentes do DOPS e desaparecido desde então.

Quase 40 anos depois, as filhas se reúnem para falar do pai através da música, elemento unificador e marcante no cotidiano da família. Nadja, Sacha, Zodja e Hânya mostram a música que Hiram compôs na prisão, assim como as músicas que a mãe, musicista, deixou: duas belas composições, que são tocadas pela filha Nadja.

Apesar das lembranças dolorosas acerca da longa e perversa perseguição política, Guarânia da Lua Nova, música de Luiz Vieira, inspira o título do documentário a partir do curioso registro de vários depoentes sobre a preferência de Hiram por essa música.

Após a exibição haverá debate com os realizadores.

Mais informações sobre Hiram de Lima Pereira estão disponíveis no sitewww.hirampereira.com.

PROGRAMAÇÃO

– 14h: Boas vindas Karina Teixeira (Memorial da Resistência de São Paulo); Coordenação Maurice Politi (diretor do Núcleo de Preservação da Memória Política)

– 14h30: Breve apresentação do filme pelos diretores.

– 15h: Exibição do documentário “Lua Nova do Penar”.

– 15h40: Mesa de debates com participação de Marcelo Mário de Melo, ex-preso político e companheiro de luta de Hiram Pereira e Leila Jinkings, diretora do filme.

– 17h: homenagem “Hiram de Lima Pereira – 100 anos”

Os Sábados Resistentes, promovidos pelo Memorial da Resistência de São Paulo e pelo Núcleo de Preservação da Memória Política, são um espaço de discussão entre militantes das causas libertárias, de ontem e de hoje, pesquisadores, estudantes e todos os interessados no debate sobre as lutas contra a repressão, em especial à resistência ao regime civil-militar implantado com o golpe de Estado de 1964. OOs Sábados Resistentes têm como objetivo maior o aprofundamento dos conceitos de Liberdade, Igualdade e Democracia, fundamentais ao Ser Humano.

Serviço

Memorial da Resistência de São Paulo
Largo General Osório, 66 – Luz
Auditório Vitae – 5º andar
 

 
 

 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Revista Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Petro-Colombia
Petro reage a ataques de guerrilheiros contrários ao acordo de paz: "Não toleraremos"
Milei
"Barbárie" e "desequilíbrio emocional": Petro e Fernández criticam nova selvageria de Milei
José Raúl Mulino
Eleição no Panamá simboliza crise sistêmica que atinge democracia "representativa"
Vox-Abascal-Milei
Xenofobia e delírios ultradireitistas: Vox reúne asseclas em Madri