Pesquisar
Pesquisar

Sábados Resistentes: A luta de uma família que resistiu à ditadura

João Baptista Pimentel Neto

Tradução:

50 anosExibição do documentário “Repare bem”, de Maria de Medeiros, e debate com a jornalista Vanessa Gonçalves, autora da biografia do guerrilheiro Eduardo Leite, assassinado pela ditadura sob tortura.
CARTAZ-REPARE-BEMEste Sábado Resistente promoverá um debate sobre o documentário “Repare bem”, dirigido por Maria de Medeiros, e o livro-reportagem “Eduardo Leite BACURI”, de Vanessa Gonçalves.

A luta por memória caminha junto às reivindicações por verdade, muitas vezes resultado de múltiplas narrativas. Cruza cinema e livro-reportagem. É o caso da história dos combatentes Eduardo Leite, o Bacuri, e de sua companheira, Denise Crispim, contada por meio da apuração rigorosa de uma repórter e de uma renomada atriz-diretora.

A jornalista Vanessa Gonçalves dedicou mais de dois anos para reconstruir a trajetória do Bacuri. A premiada cineasta portuguesa Maria de Medeiros escolheu contar a história de Denise, de sua mãe, Encarnación, e da filha do casal, Eduarda, cujos exílios das ditaduras brasileira e chilena, nos anos 1970, retratam os anos de chumbo na América do Sul.

Depois de 40 anos vividos entre a Itália e a Holanda, Denise e Eduarda receberam Anistia e Reparação do Estado brasileiro. O valioso testemunho que apresentam em “Repare bem” permite entender o impacto que a ditadura teve na história do Brasil. E na vida dos brasileiros. Já a reparação a Bacuri significa contar sua verdadeira história.

A participação nesta atividade é livre e gratuita, estando sujeita à lotação do Auditório Vitae (160 lugares). Somente serão emitidas declarações de participação aos visitantes que assinarem a lista de presença no dia do evento, e enviarem posteriormente uma mensagem para o e-mail faleconosco@memorialdaresistenciasp.org.br com a solicitação.

PROGRAMAÇÃO

14h – Boas Vindas: Katia Felipini (Memorial da Resistência de São Paulo)

Coordenação: Ana Paula Brito (Núcleo de Preservação da Memória Política)

14h15 – Exibição do documentárioRepare bem (2013, 95 min, direção: Maria de Medeiros).

Assista à entrevista com a diretora no link https://www.youtube.com/watch?v=qJQUdqJnzI4

16h15 – Mesa-redonda:

Vanessa Gonçalves(jornalista, autora do livro-reportagem “Eduardo Leite BACURI”, 2012, Plena Editorial)

Roberto de Assis Tavares(historiador).

16h45 – Debate

17h30 – Encerramento

* Os Sábados Resistentes, promovidos pelo Memorial da Resistência de São Paulo, Instituição da Secretaria da Cultura do Estado de São Paulo, e pelo Núcleo de Preservação da Memória Política, são um espaço de discussão entre militantes das causas libertárias de ontem e de hoje, pesquisadores, estudantes e todos os interessados no debate sobre as lutas contra a repressão, em especial à resistência ao regime civil-militar implantado com o golpe de Estado de 1964. Os Sábados Resistentes têm como objetivo maior o aprofundamento dos conceitos de Liberdade, Igualdade e Democracia, fundamentais ao Ser Humano.

Informações à imprensa

Carla Oliveira – (11) 3324 1007 – coliveira@pinacoteca.org.br

Jamille Menezes –  – jmferreira@sp.gov.br

Natália Inzinna –  – ninzinna@sp.gov.br


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

João Baptista Pimentel Neto Jornalista e editor da Diálogos Do Sul.

LEIA tAMBÉM

Disputa por Esequibo e interferência de Argentina, EUA e Grã-Bretanha ameaçam eleições na Venezuela
Disputa por Esequibo e interferência de Argentina, EUA e Grã-Bretanha ameaçam eleições na Venezuela
GSsXOjIXgAA0ChY
Gustavo Petro assina reforma da previdência para melhorar condições dos idosos na Colômbia
000_346Y7KJ
Eleição na Venezuela: chavismo aposta na mobilização social; oposição se anima com pesquisas eleitorais
20140517por-ramiro-furquim-6030
O que explica a baixa participação nas eleições primárias no Uruguai?