Pesquisar
Pesquisar

Seminário Contra o Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica

Revista Diálogos do Sul

Tradução:

SeminárioO Comitê Contra o Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica, formado por diversas entidades politicas da sociedade civil, nos dias 31 de agosto á 01 de setembro realizará o seminário: Contra o Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica na cidade de São Paulo. O evento será no SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Mio Ambiente de São Paulo.

Será um encontro de pessoas e entidades que discutiram a violência e ações racistas realizadas de forma institucional pelos os estados da federação. O primeiro tema do debate será: “Estado, Racismo e Violência”, que apresentará as relações históricas e políticas que compreendem o genocídio da população negra e moradora da periferia. Também haverá a mesa: “Direitos Humanos no Estado de São Paulo”, uma analise das ações violentas referendadas pela politica pública de segurança onde onde o inimigo é pobre, preto e morador da periféria. Os movimento sociais serão convidados para explicar como funciona o genocídio no dia-a-dia das pessoas com ancestralidade do continente africano e nativos (indios) durante toda a história do país. Além disso, serão convidados artistas que tem em suas obras a luta contra o racismo.A participação no seminário será gratuita.

Porque realizar o Seminário:

genocidio_negro_by_latuff2O Seminário a ser realizado pelo Comitê Contra o Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica, tem como objetivo debater, analisar e propor formas de combater o extermínio da juventude pobre, preta e periférica, que por meio de um projeto político Genocida de Estado tem sido a principal vitima da violência policial no estado de São Paulo.

A atualidade do racismo brasileiro ainda persiste na formulação e na manutenção de estereótipos raciais, de gênero e de classe, não podemos esquecer também, que a política de branqueamento, assim, como os estímulos exacerbados ao consumismo, narcisismo e imediatismo próprios do estágio atual de acumulação capitalista, são elementos fundantes na estruturação dos aparatos de repressão do Estado brasileiro.

Sendo assim, o seminário Contra o Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica se propõe a analisar o racismo, a violência policial, o papel da educação formal, a manipulação dos meios de comunicação, o machismo, homofobia e outras mazelas, colocando em pauta as ações repressivas da policia. Debateremos sobre possíveis caminhos para derrotar estas ações, com Grupos e Movimentos que historicamente vem enfrentando estas mazelas, através de reuniões, cursos, seminários, palestras, mobilizações de rua, greves, trabalhos artísticos e culturais, e em alguns momentos até mesmo ações armadas.

Inscrições através do e-mail: c.genocidiojppp@gmail.com

Serviço:

Seminário Contra o Genocídio da Juventude Preta, Pobre e Periférica

Local: SINTAEMA – Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Mio Ambiente de São Paulo

Av. Tiradentes 1.323, prox. Metrô Armênia cidade de São Paulo.

Programa

Sábado – 31 de agosto

• Café e credenciamento das 8h às 8h45

• Abertura – Histórico do Comitê Contra o Genocídio, das 9h às 9h30

• Mesa 01 – “Estado, Racismo e Violência” – das 9h30 às 12h

• Almoço das 12h as 13h45

• Mesa 02 – “Direitos Humanos no Estado de São Paulo” das 13h45 as 17h00

17h 30m Apresentação Artística

Domingo – 01 de setembro

• Mesa dos Movimentos Sociais e Resgate dos pontos altos das mesas do sábado das 9h às 10h

• Formação de Grupos de trabalho e discussão das 10h às 12h

• Almoço das 12h às 14h

• Mesa de fechamento as 14h

• Apresentação Artística

c.genocidiojppp@gmail.com


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

LEIA tAMBÉM

Lopez-Obrador-Claudia-Sheinbaum (2)
Eleições no México: sob legado de Obrador, esquerda caminha para vitória com Claudia Sheinbaum
Cópia de DIREITA TERÁ FORÇA PARA DERROTAR CONSTITUIÇÃO(124)
Roberto Requião: Saí do PT porque adotaram liberalismo econômico do Guedes
Luis Abinader
Política de Abinader contra refugiados do Haiti é contradição que ameaça economia dominicana
Carlos Rodríguez
"Milei provocou uma das recessões mais rápidas e profundas da história", diz ex-braço direito