Pesquisar
Pesquisar

Situação do Chile na pandemia preocupa, enquanto popularidade de Piñera despenca

A violência no Chile continua em meio à pandemia de coronavírus, e o mundo político não consegue articular uma saída depois de mais de 41 dias
Redação Diálogos do Sul
Diálogos do Sul Global
São Paulo (SP)

Tradução:

A violência no Chile continua em meio à pandemia de coronavírus, e o mundo político não consegue articular uma saída depois de mais de 41 dias consecutivos de crise. 

O presidente Sebastián Piñera, com 12% de popularidade, segundo o El País,  seria capaz de selar um acordo que pacifique o país? A crise vivida pelo Chile seria uma prova do fracasso do projeto neoliberal no país?

A violência no Chile continua em meio à pandemia de coronavírus, e o mundo político não consegue articular uma saída depois de mais de 41 dias

Reprodução: Winkiemedia
Presidente Piñera recebendo Enrique Paris

Para destrinchar esse cenário complexo, a Diálogos do Sul conversa com o jornalista brasileiro que vive no Chile, Victor Farinelli.

Victor conta sua experiência de quarentena em Valparaíso, no Chile, fala sobre como a falta de um sistema de saúde para todos tem se convertido em mortes no país e como o fracasso do neoliberalismo pode levar à aprovação de políticas públicas importantes no Chile.



As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

LEIA tAMBÉM

Carlos Rodríguez
"Milei provocou uma das recessões mais rápidas e profundas da história", diz ex-braço direito
Embajada_de_México_en_Ecuador
México pede medidas cautelares devido à invasão da embaixada em Quito e CIJ rejeita
Luis-Abinader
Haiti gravita sobre o novo mandato dominicano de Luis Abinader
Javier_Milei
Milei bloqueia 5 mil ton de comida, deixa mais pobres com fome e inflama revolta na Argentina