Pesquisar
Pesquisar

TSE da Bolívia rejeita questionamentos ao sistema eleitoral do país

A entidade informou que a população pode checar os registros oficiais do escrutínio, que comprovam a transparência do processo eleitoral
Redação Telesur
Telesur
La Paz

Tradução:

A presidente do Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) da Bolívia, María Eugenia Choque, rejeitou na terça-feira o questionamento do sistema eleitoral do país e repudiou os atos de violência contra os departamentos da agência.

“Condenamos a violência, condenamos o ataque à herança do Estado boliviano e dos bolivianos (…)  Os resultados não são fraudulentos porque cada um dos cidadãos de organizações políticas nos seguiu”, afirmou Choque. 

Ela também reiterou que a diretiva do TSE, com seus colaboradores, fornecerá o cálculo eleitoral: “estamos trabalhando para divulgar as porcentagens, estamos aguardando a chegada dos resultados dos tribunais departamentais”, acrescentou.

A entidade informou que a população pode checar os registros oficiais do escrutínio, que comprovam a transparência do processo eleitoral

Órgano Electoral Plurinacional de Bolivia
Presidente do Supremo Tribunal Eleitoral (TSE) da Bolívia, María Eugenia Choque

Em relação aos pequenos focos e violência levantados na segunda-feira passada, o Corpo Eleitoral Plurinacional (EPO) instou a população a manter a calma e preservar a paz na Nação. 

“A EPO repudia e condena os atos de violência perpetrados contra os prédios dos Tribunais Eleitorais Departamentais (TED), fatos que comprometem os bens públicos, e pede à população boliviana que mantenha o clima de paz em que as eleições do domingo, 20 de outubro , transcorreu”, afirmou o comunicado da agência.

A entidade informou que a população pode verificar os registros oficiais do escrutínio, os quais apoiam a transparência do processo eleitoral.

*Redação Telesur

**Tradução: João Baptista Pimentel Neto

Veja também


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Telesur

LEIA tAMBÉM

Lopez-Obrador-Claudia-Sheinbaum (2)
Eleições no México: sob legado de Obrador, esquerda caminha para vitória com Claudia Sheinbaum
Cópia de DIREITA TERÁ FORÇA PARA DERROTAR CONSTITUIÇÃO(124)
Roberto Requião: Saí do PT porque adotaram liberalismo econômico do Guedes
Luis Abinader
Política de Abinader contra refugiados do Haiti é contradição que ameaça economia dominicana
Carlos Rodríguez
"Milei provocou uma das recessões mais rápidas e profundas da história", diz ex-braço direito