Pesquisar
Pesquisar

Biografia de Marighella conquista o prêmio da Casa de las Américas 2014

Redação Diálogos do Sul

Tradução:

MariguellaA biografia “Marighella – O guerrilheiro que incendiou o mundo” (Companhia das Letras) conquistou o Prêmio Literário Casa de las Américas 2014, na categoria literatura brasileira. O anúncio dos vencedores da 55ª edição do tradicionalíssimo concurso foi feito numa cerimônia em Havana.

Entre os escritores que já receberam, desde os idos de 1960, o Prêmio Casa de las Américas estão os argentinos Ricardo Piglia, Beatriz Sarlo e Juan Gelman, o uruguaio Eduardo Galeano, o chileno Antonio Skármeta e o nicaraguense Sergio Ramírez.
Igualmente expressivo é o time brasileiro de laureados pela instituição cultural cubana, no qual perfilam romancistas, contistas, poetas, dramaturgos, historiadores e ensaístas, entre eles, por ordem de premiação: Oduvaldo Vianna Filho (em 1964), Edilberto Coutinho, Ana Maria Machado, Moacyr Scliar, Deonisio da Silva, Guiomar de Grammont, João Almino, Júnia Furtado, José Murilo de Carvalho, Alberto Mussa, Rubem Fonseca, Lêdo Ivo, Nélida Piñon, João José Reis, Chico Buarque, Luiz Ruffato e Luiz Bernardo Pericás.
A relação completa de vencedores de 2014 pode ser lida clicando aqui, no despacho da Agência France Press.
A justificativa do júri para a escolha de “Marighella” está no portal da Casa de las Américas (leia aqui).


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Cuba
EUA tiram Cuba de lista sobre terrorismo: decisão é positiva, mas não anula sanções
19 pontos que comprovam os sucessos de Cuba em direitos humanos nos últimos 5 anos
O que querem Almagro e a OEA em Cuba às vésperas das eleições?
Centenário de Pérez Prado: “!Que rico suena el mambo!”