Pesquisar
Pesquisar

China atinge meta da ONU de erradicação da pobreza 10 anos antes do prazo de 2030

O presidente Xi Jinping saudou a retirada de 850 milhões de pessoas da miséria como uma "conquista sem precedentes"
Redação Sputnik Brasil
Sputnik Brasil
São Paulo (SP)

Tradução:

Em um discurso em uma cerimônia em Pequim nesta quinta-feira (25) para elogiar os combatentes da pobreza, Xi Jinping disse que sua campanha contra a miséria extrema melhorou a vida 100 milhões de pessoas nos últimos oito anos.

“Não há outro país que poderia alcançar um progresso tão notável no alívio da pobreza em tão pouco tempo”, disse ele.

O presidente da China disse também que seu país promoveu um “milagre” ao erradicar a pobreza extrema, e que a “vitória completa entraria para a história”, escreve o portal South China Morning Post.

O presidente Xi Jinping saudou a retirada de 850 milhões de pessoas da miséria como uma "conquista sem precedentes"

Sputnik / Aleksei Nikolski
O presidente da China Xi Jinping

Limite estabelecido pela China

O país entende por pobreza extrema pessoas que ganham menos de US$ 620 por ano (R$ 3.408,95). Em seu discurso na quinta-feira (25), Xi Jinping reiterou diversas vezes que “a árdua tarefa de erradicar a miséria extrema foi cumprida”.

O limite estabelecido pela China para definir a pobreza extrema é de US$ 1,69 (R$ 9,29) por dia. Em comparação, o limite do Banco Mundial é de US$ 1,90 (R$ 10,45).

“De acordo com os critérios atuais, todas as 98,99 milhões de pessoas das áreas rurais e pobres foram retirados da pobreza, assim como 832 condados e 128.000 aldeias”, enfatizou o presidente da China.

Leia também
China já está nos cinco continentes. Entenda “boom” econômico que mudará eixo do mundo

Espera-se que sete pessoas que ocupam altos

Com isso, a China atingiu a meta da ONU de erradicação da pobreza dez anos antes do prazo de 2030, afirmou.

A erradicação da miséria rural foi uma das principais campanhas de Xi Jinping desde que ele assumiu o poder, em 2012. Na cerimônia de quinta-feira, o presidente entregou medalhas às principais personalidades na luta contra a pobreza.

Redação Sputnik Brasil


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na Tv Diálogos do Sul

 

   

Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

Redação Sputnik Brasil

LEIA tAMBÉM

Malnutrition in Zamzam camp, North Darfur
Guerra no Sudão: Emirados Árabes armam milícias, afirma investigação; Espanha dificulta asilo
estudo-Lancet-palestinos
186 mil palestinos assassinados: Lancet divulga estudo alarmante sobre vítimas em Gaza
Quenia-FMI
Nova jornada de manifestações no Quênia exige queda de Ruto e das políticas abusivas do FMI
begona-gomez-pedro-sanchez-ksuF--1200x630@diario_abc1
Esposa de Pedro Sánchez se recusa a depor em processo de corrupção e tráfico de influências