Pesquisar
Pesquisar

Com economia mista socialista, Vietnã triplica PIB e pobreza cai de 32% para 2% em 20 anos

País foi um dos raros a crescer em 2020, durante a pandemia da covid-19, e prevê evolução de 5,5% em 2022
Redação AbrilAbril
AbrilAbril
Lisboa

Tradução:

Sob os golpes da chamada Ofensiva da Primavera, iniciada no fim de dezembro de 1974, desencadeada pelas forças do Exército do Povo do Vietnã (EPV) e dos guerrilheiros da Frente de Libertação Nacional do Vietnã do Sul (FLN, conhecida também como Vietcongue, da sua designação abreviada em vietnamita), o aparelho militar financiado e apoiado pelos EUA desmorona-se com uma rapidez que surpreendeu os agentes da CIA no terreno.

Em 27 de abril, a capital do antigo Vietnã do Sul, Saigon (hoje cidade de Ho Chi Minh, em homenagem ao dirigente comunista que inspirou e inspira sucessivas gerações de vietnamitas) encontra-se cercada e progressão da operação foi fulgurante.

Saiba como Vietnã derrotou EUA após sofrer maior campanha de bombardeios da história

A embaixada dos EUA é evacuada a 29 de abril, em condições que só voltariam a ser vistas em Cabul, em 2021. A rendição incondicional do governo pró-EUA foi difundida pela rádio às 14h30h da tarde.

Cumpria-se uma longa luta de nacionalistas, revolucionários e comunistas vietnamitas pela libertação do seu país, desenvolvida desde o início do século XX, contra o colonialismo francês, os invasores japoneses e o governo neocolonialista do Vietnã do Sul, apoiado primeiro por Paris e depois por Washington.

A luta do povo vietnamita e a sua vitória tiveram um alcance histórico e estimularam a luta anticolonial, sobretudo em África, onde influenciaram particularmente os movimentos de libertação das colônias portuguesas.

País foi um dos raros a crescer em 2020, durante a pandemia da covid-19, e prevê evolução de 5,5% em 2022

flowcomm – Flickr

Luta do povo vietnamita e a sua vitória tiveram um alcance histórico e estimularam a luta anticolonial, sobretudo em África




Um país em desenvolvimento, econômico e social

47 anos depois, o Vietnã unificado é uma das mais dinâmicas economias asiáticas, assente numa economia mista socialista e orientada para o mercado. Segundo o seu PIB nominal, o Vietnã é a 37ª economia do mundo, mas encontra-se em 23º lugar segundo a paridade do poder de compra (PPC).

Num recente relatório (14 de Abril de 2022) do Banco Mundial (BM), o Vietnã é descrito como um “caso de sucesso de desenvolvimento”. As reformas económicas introduzidas pelo Partido Comunista do Vietnã (PCV) em 1986 (a pouco mais de uma década após o fim da guerra) ajudaram o país a deixar de ser “uma das mais pobres nações do mundo” em apenas uma geração.

Com nenhuma morte, Vietnã é um dos países mais bem-sucedidos no combate à Covid-19

Segundo BM, entre 2002 e 2021, “o PIB per capita aumentou 3,6 vezes” até atingir 3700 USD, ao mesmo tempo que a taxa de pobreza “declinava drasticamente” de 32% para 2%.

Graças aos seus “sólidos alicerces”, a economia vietnamita “provou resiliência a várias crises”, tendo sido dos raros países a crescer o PIB em 2020, durante a pandemia de Covid-19, e o banco prevê que cresça 5,5% em 2022.

Mas nem só de economia vive o homem. Os cuidados de saúde têm melhorado significativamente, bem como os níveis de vida. O Vietnã encontra-se acima da média regional e mundial de cuidados de saúde, com 87% da população coberta.

Os serviços de infraestrutura têm, segundo o relatório, “aumentado dramaticamente”, com a eletrificação a passar de 14% em 1993 para 99,4% em 2019, e o acesso a água potável em zonas rurais a passar de 17% em 1993 para 51% em 2020.

Vietnã moderno? Venezuela é último marco da decadência dos EUA como potência

O país propõe-se, segundo o BM, passar de um nível de rendimento médio para um país com rendimento elevado até 2045, ao mesmo tempo que se propõe um desenvolvimento verde e inclusivo, comprometendo-se com a neutralidade carbónica em 2050.

O Vietnã passa o 47.º aniversário da sua reunificação com um feriado que lembra as lutas e os sacrifícios de gerações de revolucionários e combatentes, com os olhos postos no futuro.

Redação AbrilAbril.



As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul



Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação AbrilAbril

LEIA tAMBÉM

Netanyahu
Pouco há para comemorar na decisão da Corte Penal Internacional contra Netanyahu
Nationale Sozialisten,Demonstration,Recht auf Zukunft,Leipzig,17
Conluio da extrema-direita realizado em Madri é só a ponta do iceberg
EUA-fentanil
12 mortes/hora: EUA usam crise de overdose no país para abalar progressismo de Obrador
Wang-Wenbin-China
China qualifica apoio dos EUA a separatismo em Taiwan como “grave violação” e exige retratação