Pesquisar
Pesquisar

Curitiba: Vereador negro e periférico, Renato Freitas será cassado por ato contra racismo

Segundo Freitas, Casa Legislativa responsável pelo processo já conviveu com corrupção, acusações de racismo e assédio sexual: "foi perdendo a vergonha"
Redação Rede Brasil Atual
Rede Brasil Atual
Florianóolis (SC)

Tradução:

O Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores de Curitiba aprovou ontem (11) a cassação do vereador Renato Freitas (PT). O jovem vereador negro foi condenado por participar de um ato político para denunciar o racismo envolvendo a morte do congolês Moïse Kabagambe, no dia 24 de janeiro, no Rio de Janeiro.

Durante o ato, os manifestantes entraram na Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos de São Benedito. O local é simbólico para a população negra da cidade. Mesmo assim, conservadores da capital paranaense consideraram a ação como desrespeitosa ao culto religioso.

Leia também:
“Fake news e criminalização”: Pe. Lancellotti responde acusações contra Renato Freitas (PT)

Frei Betto e mais líderes religiosos e políticos manifestam apoio ao vereador Renato Freitas

As redes sociais apontam “perseguição absurda” contra Freitas. Ao todo, foram seis votos pela cassação do vereador, que tem cinco dias para recorrer à Comissão de Constituição e Justiça da Casa. Após verificação nesta instância, para que a cassação seja aprovada, são necessários 20 de 28 votos.

Segundo Freitas, Casa Legislativa responsável pelo processo já conviveu com corrupção, acusações de racismo e assédio sexual: "foi perdendo a vergonha"

Carlos Costa/CMC
Para que a cassação seja aprovada, a maioria absoluta dos vereadores precisam aprová-la. São necessários 20, de 28 votos

Apoios

“Apoio ao vereador Renato Freitas, para que continue resistindo e lutando contra a direita racista que tenta tirar seu mandato. A sua permanência na Câmara de Curitiba é para a defesa da democracia e de tudo que ele representa: o povo pobre, negro e periférico”, disse a presidenta nacional do PT, deputada federal Gleisi Hoffmann, também do Paraná.

O partido também se manifestou oficialmente por meio de nota. “A própria Arquidiocese de Curitiba enviou uma carta ao Conselho de Ética da Câmara (…) que declara que aceita as desculpas de Renato e que é contra a cassação de seu mandato (…) A manifestação de Renato não fere o exercício legislativo e nem a legitimidade do seu mandato. Portanto, a indicação pela cassação só demonstra a perseguição política contra o vereador e sua representatividade dentro da Câmara Municipal”, afirma.

Causa nobre

A Arquidiocese se manifestou, como apontou o PT, em favor do vereador. “Percebe-se na militância do vereador o anseio por justiça em favor daqueles que historicamente sofrem discriminação em nosso país. A causa é nobre e merece respeito.”

Após a votação no Conselho de Ética, Freitas foi recepcionado do lado de fora da Casa por apoiadores. “A Câmara dos Vereadores de Curitiba inaugurou um novo capítulo em sua história. A Câmara, que já conviveu com rachadinha, peculato, desvio de verba pública, funcionário fantasma, acusações de racismo, assédio sexual. Que tem ali dentro, atuando, vereadores que respondem a processos na Comissão de Ética porque estavam entregando cestas básicas com propaganda, comprando votos. Essa mesma Câmara foi perdendo o decoro, perdendo a vergonha”, declarou.

Redação Rede Brasil Atual


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Rede Brasil Atual

LEIA tAMBÉM

Lula
Frei Betto | Para Lula, momento exige maior sintonia entre governo e movimentos sociais
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
mães - palestina
Dia das Mães: algumas mães só querem a paz de presente, lembra ato pró-Palestina em Brasília
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização