Pesquisar
Pesquisar

I Colóquio Internacional de Historiadores

Redação Diálogos do Sul

Tradução:

CONVOCATORIA

cartazI Colóquio Internacional de Historiadores

“Desafios atuais para a Historiografia. Cuba e América no mundo”

Havana, 25, 26 e 27 de junho de 2015

A União de Historiadores de Cuba (UNHIC), em parceria com outras instituições e associações cubanas, convoca historiadores e especialistas de outras disciplinas à participar do I Colóquio Internacional de Historiadores “desafios atuais para a Historiografia. Cuba e América no mundo”.

O evento tem por objetivo promover o intercâmbio e debate entre especialistas dos resultados das investigações históricas e das teorias metodológicas nas seguintes temáticas:

  1. Problemas atuais da historiografia e escrita da Historia.
  2. Visão sobre os processos atuais na América Latina.
  3. Cuba e o mundo na historiografia contemporânea.
  4. Nossa América e a outra América: Historia e contemporaneidade.
  5. Nossa América: Independência e Revolucão.
  6. Historiografia em torno das Ciências, Tecnologias e Meio Ambiente.
  7. O ensino da História. Problemas teóricos e metodológicos.

O programa científico se desenvolverá mediante palestras, para cuja exposição o(s) autor(es) disporão de 20 minutos.

A sede central do evento será o Colégio Universitário San Gerónimo, localizado no Centro Histórico de Havana.

Conferências pré evento

Nos dias 23 e 24 de junho será realizado um ciclo de conferências com e o tema: “José Martí e a Revolução de 1895 no contexto da Nossa América.”

Maiores informações>

Lic. José Márquez Fariñas
coordenador Nacional UNHIC

E-mail: historiadores@cubarte.cult.cu

Tel. 53 78622596

Apoio: Revista Diálogos do Sul

Tradução: João Baptista Pimentel Neto


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Diálogos do Sul

LEIA tAMBÉM

Cuba
EUA tiram Cuba de lista sobre terrorismo: decisão é positiva, mas não anula sanções
19 pontos que comprovam os sucessos de Cuba em direitos humanos nos últimos 5 anos
O que querem Almagro e a OEA em Cuba às vésperas das eleições?
Centenário de Pérez Prado: “!Que rico suena el mambo!”