Pesquisar
Pesquisar

Presidente da Bolívia se une a Obrador e recusa Cúpula das Américas se países forem excluídos

Diversas organizações somam críticas aos EUA – na qualidade de país anfitrião – por recusar participação de Cuba, Venezuela e Nicarágua
Redação AbrilAbril
AbrilAbril
Lisboa

Tradução:

Recorrendo à sua conta de Twitter, esta terça-feira, o presidente boliviano Luis Arce afirmou que, em consonância com os princípios e valores do Estado Plurinacional da Bolívia, não estará presente no evento que irá realizar-se em Los Angeles, caso persista “a exclusão de povos irmãos”.

Neste sentido, Arce acrescentou que o seu país baseia as suas relações externas na diplomacia, “com inclusão, solidariedade, complementaridade, respeito pela soberania, autodeterminação e construção colectiva da cultura do diálogo e da paz”.

Organizações como a Comunidade do Caribe, a Aliança Bolivariana para os Povos da Nossa América – Tratado de Comércio dos Povos, a Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos, e o Grupo de Puebla, lembra a TeleSur, criticaram a decisão dos Estados Unidos – na qualidade de país anfitrião – de recusar a participação de Cuba, Venezuela e Nicarágua na Cúpula das Américas.

Diversas organizações somam críticas aos EUA – na qualidade de país anfitrião – por recusar participação de Cuba, Venezuela e Nicarágua

Luis Arce – Reprodução Twitter
Luis Arce declarou que seu país baseia as relações externas na diplomacia




AMLO

Por seu lado, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, afirmou que, se algum país for excluído da cimeira, não irá ao evento, enviando uma delegação liderada pelo ministro dos Negócios Estrangeiros, Marcelo Ebrard.

Protesto: Sem Cuba, Obrador diz que não vai participar de Cúpula das Américas, nos EUA

Numa conferência de imprensa na Cidade do México, Obrador afirmou que “ninguém tem o direito de excluir alguém” e defendeu a sua atitude por não querer que continue a mesma política na América, antes a da independência, da soberania e da resolução dos conflitos, refere a Prensa Latina.

A realização da IX Cúpula das Américas deve decorrer entre os dias 6 e 10 de junho, na cidade de Los Angeles, sendo a segunda edição em território estadunidense (a primeira realizou-se em 1994).

Redação AbrilAbril



As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul.

Assista na TV Diálogos do Sul


Se você chegou até aqui é porque valoriza o conteúdo jornalístico e de qualidade.

A Diálogos do Sul é herdeira virtual da Revista Cadernos do Terceiro Mundo. Como defensores deste legado, todos os nossos conteúdos se pautam pela mesma ética e qualidade de produção jornalística.

Você pode apoiar a revista Diálogos do Sul de diversas formas. Veja como:

  • PIX CNPJ: 58.726.829/0001-56 

  • Cartão de crédito no Catarse: acesse aqui
  • Boletoacesse aqui
  • Assinatura pelo Paypalacesse aqui
  • Transferência bancária
    Nova Sociedade
    Banco Itaú
    Agência – 0713
    Conta Corrente – 24192-5
    CNPJ: 58726829/0001-56

       Por favor, enviar o comprovante para o e-mail: assinaturas@websul.org.br 


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.

Redação AbrilAbril

LEIA tAMBÉM

Cuba
EUA tiram Cuba de lista sobre terrorismo: decisão é positiva, mas não anula sanções
76a8901f-0233-449f-86af-70fbd36aa70f
Como tráfico de armas a partir dos EUA alimenta altas taxas de homicídio no Caribe
c600a324-a232-4428-a936-6c4b7a2fe9e8
Além de usurpar recursos, EUA aparelham Peru para minar relações com China e Rússia
bfc59549-46d5-45f8-84c7-b0d3e6d92ea3
Sanções, migração e petróleo: como relações com Venezuela impactam eleições nos EUA