Pesquisar
Pesquisar

Potências enviam a países pobres só 10% do valor necessário para lidar com crise climática

"Temos inundações, secas e ondas de calor em todo o mundo e a situação está piorando cada vez mais", observou a revista Nature
Redação Prensa Latina
Prensa Latina
Nairóbi

Tradução:

As nações pobres estão recebendo só uma fração do que necessitam para adaptar-se à mudança climática, apesar dos países ricos, principais responsáveis pelo problema, terem lhes prometido o dinheiro.

Os estudos mostram que por cada bilhão de dólares investidos na proteção das inundações costeiras, evitam-se 14 bilhões de dólares em danos, disse o pesquisador climático Henry Neufeldt, editor científico chefe do novo informe do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma).

É hora de falar a verdade sobre as mudanças climáticas e o que devemos fazer diante disso

“Temos inundações, secas e ondas de calor em todo o mundo e a situação está piorando cada vez mais”, observou a revista Nature.

Recentemente, um relatório do Pnuma advertiu que está se desacelerando o progresso na adaptação à mudança climática em todos os âmbitos, apesar das medidas que, aliás, deveriam ser aceleradas para compensar os crescentes impactos e riscos do aquecimento global.

Continua após o banner

Uma publicação prévia à Conferência Mundial sobre o clima COP28 a realizar-se em Dubai, Emirados Árabes Unidos, o Informe sobre a Brecha de Adaptação 2023 intitulado Financiamento e preparação deficientes, indicou que a falta de investimentos e planejamento em matéria de adaptação climática deixa o mundo exposto ao perigo.

O trabalho também revelou que as necessidades de financiamento para a adaptação dos países em desenvolvimento equivalem de 10 a 18 vezes os fluxos de financiamento público internacional.

Continua após a imagem

"Temos inundações, secas e ondas de calor em todo o mundo e a situação está piorando cada vez mais", observou a revista Nature

Foto: Asian Development Bank/Flickr
Fluxos de financiamento público multilateral e bilateral para adaptação dos países em desenvolvimento diminuíram para US$ 21 bilhões em 2021

Entretanto, os custos modelizados da adaptação nos países em desenvolvimento são avaliados em 215 bilhões de dólares anuais na década 2021-2030.

Os fluxos de financiamento público multilateral e bilateral para a adaptação dos países em desenvolvimento diminuíram para 21 bilhões de dólares em 2021.

ONU produz eventos sobre o clima, mas deixa que acordo entre países caia no esquecimento

Como resultado das crescentes necessidades de financiamento da adaptação e dos flutuantes fundos de investimento, o atual déficit de financiamento da adaptação é avaliado atualmente entre 194 e 366 bilhões de dólares anuais.

Ao mesmo tempo em que o planejamento e a implementação da adaptação estão estancados, agrava-se a crise climática, o que implica em enormes perdas e danos, em particular para as pessoas mais vulneráveis.

Redação Prensa Latina

Tradução: Ana Corbisier


As opiniões expressas nesse artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul

Assista na TV Diálogos do Sul


As opiniões expressas neste artigo não refletem, necessariamente, a opinião da Diálogos do Sul do Global.
Redação Prensa Latina

LEIA tAMBÉM

Catástrofe_RS_clima
Cannabrava | Catástrofe climática, tragédia humana
Lula-RS-Brasil (2)
Nas mãos de Lula, caos no RS é sequela do bolsonarismo: desmonte ambiental e fake news
RS - inundações
Chamado à solidariedade internacionalista: inundação no RS demanda mobilização
Rio-Grande-do-Sul-emergencia-climatica
Além do RS: América do Sul teve outros 3 eventos climáticos extremos apenas em 2024